terça-feira, 21 de abril de 2009

Que não seja imortal, posto que é chama

"Dá pra imaginar por que eu estou aqui?
A verdade de repente tomou conta de mim
Minha defesa agora quero apresentar
Admito simplesmente que me arrependi"
Kid Abelha - Combinação


Ela estava pronta.
Cabelo cuidadosamente escovado, maquiagem feita com esmero, a roupa escolhida de forma a parecer provocante, mas não vulgar.
E ele?!
Ele estava atrasado. 1h e 26....27 minutos.

Não podia acreditar que tomara um bolo. Logo agora que tudo parecia estar se resolvendo...
Conteve as lágrimas, ele talvez aparecesse ou ligasse... não podia borrar o rímel.

O telefone toca.
Corre para atender. Escuta uma voz feminina do outro lado.
“Se estou desocupada... É...” Se ele aparecer, que se foda! “Não estou. 15 minutos?! Esta ótimo!”
Retocou o rímel, jogou mais uma borrifada do perfume doce e trocou a blusa por uma mais decotada.

4:28am.

"I don't know what you do but you do it well, I'm under your spell"
"I don't know what you do but you do it well, I'm under your spell"
"I don't know what you do but you do it well, I'm under your spell"

O celular toca dentro da bolsa jogada no sofá.
Ela?!
Esta no quarto.
Arranhando as costas de outro.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Instantâneo *

Modo de preparo: Coloque o macarrão em 500ml de água fervente, cozinhe por 3 minutos e coloque o tempero final
Instruções de preparo do Myojo


14/04/2009 - 5:45pm

O céu está de um azul fantástico. Um degradê saindo do centro, em azul celeste, para as bordas chegando ao azul claro, muitas nuvens tapam o belo sol de outono ganhando uma coloração alaranjadas outras, mais reclusas, preferem ficar longe e manter sua coloração branca como algodão.
A chuva passou porém algumas gotas insistem em cair, transformando os raios do sol em um lindo arco íris ao qual pareço me dirigir entre os sacolejos e música comercial da Beyonce que toca na rádio da van.
O silêncio e a brisa gelada faz com que eu sinta a vontade de fechar os olhos e voar. Não que isso seja possível, mas na minha mente sim.
O movimento para e após 1 minuto o silêncio é rompido pela entrada de uma das meninas. O som da voz da garota é enjoativo e a conversa fútil.


*suspiro*
A conversa fiada roubou as minhas idéias. O q antes era descrição agora se transforma em 1001 maneiras dolorosas de faze-la calar a boca.


Oh, Senhor!
Obrigada por eu ter nascido mulher e hetero!

*Pq não basta copiar a ideia, tenho q copiar o nome.