segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Um ato impulsivo


Sexta feira sofri de um ato impulsivo, passei em um Sebo, vi o livro do Harry Potter e simplesmente comprei.
Faz tempo q não tenho essas ações. Na verdade as nunca tenho. Sou muito mão de vaca p/ simplesmente comprar algo sem pensar q talvez eu venha precisar desse din din daki a uns 20 anos. Mas sei lá, me senti super bem de ter feito. Talvez por ter sido um impulso.
Não sou muito dada a impulso, ou melhor, não sou muito de seguir meus impulsos. E p/ uma ariana, o signo da impulsividade, isso é a morte! A cada parada p/ pensar apago um pouco do meu fogo marciano.
Talvez eu precise fazer isso mais vezes.

Como vcs verão a baixo, Calrice Lispector caracteriza o impulso como um ato infantil, eu não discordo dela. Pois é isso q o é!
Uma vontade tão intensa e impensada q somente uma criança poderia leva-la a diante.
Mas oq seria da vida sem atos infantis? Eu lembro q quando era criança detestava ver akeles adultos serios. Eles me pareciam tão...preto-e branco, como uma TV pifada. Nem em meus pesadelos mais inteso desejo ser séria o tempo todo. Deve ser deveras cansativo. ^__^

Como disse, vou terminar esse post com uma prosa de Clarice Lispector, q não era ariana, porem sargitariana. Signo do fogo de qualquer jeito! ^___^

O Impulso

Sou o que se chama de pessoa impulsiva. Como descrever? Acho que assim: vem-me uma idéia ou um sentimento e eu, em vez de refletir sobre o que me veio, ajo quase que imediatamente. O resultado tem sido meio a meio: às vezes acontece que agi sob uma intuição dessas que não falham, às vezes erro completamente, o que prova que não se tratava de intuição, mas de simples infantilidade.Trata-se de saber se devo prosseguir nos meus impulsos. E até que ponto posso controlá-los. Há um perigo: se reflito demais, deixo de agir. E muitas vezes prova-se depois que eu deveria ter agido. Estou num impasse. Quero melhorar e não sei como. Sob o impacto de um impulso, já fiz bem a algumas pessoas. E, às vezes, ter sido impulsiva me machuca muito. E mais: nem sempre meus impulsos são de boa origem. Vêm, por exemplo, da cólera. Essa cólera às vezes deveria ser desprezada; outras, como me disse uma amiga a meu respeito, são cólera sagrada. Às vezes minha bondade é fraqueza, às vezes ela é benéfica a alguém ou a mim mesma. Às vezes restringir o impulso me anula e me deprime; às vezes restringi-lo dá-me uma sensação de força interna.Que farei então? Deverei continuar a acertar e a errar, aceitando os resultados resignadamente? Ou devo lutar e tornar-me uma pessoa mais adulta? E também tenho medo de tornar-me adulta demais: eu perderia um dos prazeres do que é um jogo infantil, do que tantas vezes é uma alegria pura. Vou pensar no assunto. E certamente o resultado ainda virá sob a forma de um impulso. Não sou madura bastante ainda. Ou nunca serei.

* * * * * Comentando os comentários * * * * *
Line: Q bom q gostou daki. Espero ve-la aki mais vezes! Vc não dança? Q triste! Eu sou pessima, mas em qualquer lugar q tenha musica não paro um minuto!
Amanda: Eu te gosto ^__^, mas não me aperta *brava*
Amanda 2: A culpa é sua sim! E não adianta vir com a frase do Homer! ^__^

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

listinha (mal) disfarçada

Idéia copiada, de forma descarada, dela

Eu gosto de gente que viaja. Eu gosto de gente que canta enquanto trabalha. Gosto de gente que não liga para horários. Gosto de gente que aparece do nada, mas também gosto quando estão sempre por aqui. Gosto de gente que coloca uma idéia na cabeça e vai ate o fim, mesmo quando essa idéia é contra a minha. Gosto de gente que discute idéias. Gosto de gente que sabe que briga é pelo fato e não pela pessoa. Gosto de gente que chora em filmes românticos, mesmo q eu não faça isso.

Gosto de gente que escreve poesias lindas. Gosto de gente que saiba tocar instrumentos. Gosto de gente que a única coisa que toca é campainha. Gosto de gente que pinta. Gosto de gente paciente. Gosto de gente que não joga lixo no chão. Gosto de gente que dá risada. Gosto de gente que me faça dar risada. Gosto de gente que transforma qualquer lugar em lar. Gosto de gente que luta pelos outros. Gosto de gente que luta pelo meio ambiente. Gosto de gente que consegue tomar banho em 5 minutos e em 15 estar prontas para sair. Gosto de gente que cria historias fantásticas.

Gosto de gente que ama o que faz. Gosto de gente que fala com brilho no olhar. Gosto de gente que ama animais, principalmente gatos. Gosto de gente que dá lugar no ônibus. Gosto de gente que anda de bicicleta por qualquer motivo. Gosto de gente que dança. Gosto de gente que curti qualquer coisa.

Gosto de gente que faz de tudo. Gosto de gente que ainda é criança. Gosto de gente que jogue Imagem&Ação mesmo sendo péssimo em mímicas. Gosto de gente que faz apenas o que gosta. Gosto de gente que prefere vida no lugar de dinheiro. Gosto de gente que decora falas de filme. Gosto de gente que canta musicas de forma correta. Gosto de gente "enciclopédia Barsa", mas q nunca se sente superior. Gosto de gente que não trata os outros como idiotas. Gosto de gente que respeita os gostos alheios.

Enfim...acho q eu tb gosto de gente!